Pages

Ads 468x60px

17 de agosto de 2010

Ela vinho ele água

Vivemos em um mundo onde desde cedo aprendemos a classificar tudo que existe por números, cores , gêneros,etc... mergulhados nesses requesitos impostos pela nossa cabeça acabamos vivendo no mundo idealizado por nós mesmos e de dentro da caixa esperamos achar alguém que possa de alguma forma caber dentro dela nos nossos moldes, para aí sim ser feliz!

Já percebeu que primeiro idealizamos e só depois esperamos pela felicidade? Muitos dizem que essa compatibilidade é primordial e sob certos aspectos ela realmente é! Mas impor limites e saber dosa-las é tão importante quanto tê-las.

Sua coleção de cds sua biblioteca, seus filmes...tudo isso nos classifica e de dentro desse rótulo buscamos alguém que compartilhe dos mesmos gostos e acreditamos que assim será mais fácil viver feliz para SEMPRE!

Agora pare e pense por alguns minutos sobre isso: Quantas vezes na vida você de alguma forma fez isso e não deu certo? Quase sempre as chances de sucesso com alguém “compativel” são as mesmas que você teria com alguém “nada haver” ... tá certo que não dá para misturar agua com vinho mas se você parar pra pensar no tamanho do mundo vai chegar a conclusão que ele é muito grande e que deve ter alguém por aí que adora vinho com água!

O erro existe quando nos obrigamos a definir padrões naquela pessoa que ainda nem chegou...e quando esbarramos com ela a coitada já vem cheia de erros que só existem em nossas cabeças, culpada pelo que julgamos de dentro da caixa como sendo errado.

Tá certo que precisamos de limites nisso tudo e eu sei que tem coisas que realmente não funciona na prática! Que um pouco de compatibilidade é importante mas fazer disso um fator segregatório é burrice! Não estou dizendo que os opostos se atraem estou dizendo apenas que buscar um meio termo próximo ao universo de ambos pode ser uma boa idéia!

Seja sempre você e saiba sempre o que quer! Mas experimente o desconhecido e faça desse universo de cada um uma sopa e veja no que vai dar...pode ser que não dê cem porcento certo... mas cá entre nós...que relacionamento dá cem porcento certo?

6 comentários:

Lara Kauark disse...

aff já estava com saudades das suas atualizações.
Concordo que nenhum relacionamento dá 100% certo. mas acho que no fim, nós accabos por chorar, não pelo relacionamento que acabou mas sim pela expectativa que foi criada, pelas probabilidades desfeitas...

Lu disse...

Bonito constatar sua evolução!

Thunai Melo disse...

Perfeito, meu caro Robson. Todos os seres humanos tem um "padrão" definido para a escolha de um alguém. É claro que é interessante ambos terem os mesmos gostos, só que isso não quer dizer que vai dar certo. As diferenças são talvez os mais importantes detalhes, porque até mesmo as discussões são mais interessantes e o aprendizado é maior e melhor. Espero que entenda o meu pensamento. Um abraço.

Lily disse...

Nenhum relacionamento dá 100%certo. É fato! Talvez, se desse, talvez não fosse muito bom, seria sempre um dia azul e lindo. Creio que faz parte da natureza de tudo e todos o dia cinza, a Lua minguante, a inundação.

Eu tenho um amigo que só toma vinho e cerveja com pedras de gelo dentro.

Um abraço!

Lily disse...

P.S.: o problema dos relacionamentos entre homem e mulher é a expectativa gerada. Preferível começar sem idealizações. Assim, tudo que vier sempre será melhor aproveitado ou pelo menos colocado à discussão.

Beijos!

Branca disse...

Adorei o comentário!!!
Certíssimo, tanto lá como aqui nesse seu texto cheio de verdade!!


Beijos