Pages

Ads 468x60px

2 de agosto de 2009

CANAL



Será que alguém já reparou como ir ao dentista é engraçado? ( não, não estou de brincadeira), eu só me dei conta disso essa semana quando fui obrigado a passar uma tarde agradável na cadeira de um, mas para você entender melhor porque estou dizendo isso vamos voltar ao momento de quando tudo começou...

Bem como a minha criatividade deu um pulinho rapidinho ali na esquina e já volta, vou começar esse papo de dentista com a tal de dor de dente, ela mesma, quem já teve sabe do que estou falando, não era uma dor dente das mais infernais, mas ela tava querendo ser, o lance legal dessa dor é que ela realmente sabe ser chata, se ela fosse uma pessoa, seria daquelas que só fala cuspindo e não cala a boca, ou seja, combinação maldita... é você pegou a idéia aquelas mesmo que faz você atravessar a rua ou dependendo do grau de chatice se jogar em baixo do primeiro carro, afinal, o papo dos bombeiros é bem mais interessante. Mas voltando para a dor de dente, meu dente estava de bobeira resolveu doer e eu fiquei muito feliz! E no meio de toda aquela felicidade reparei que não tinha carie no tal do dente, e pensei: mas um dente quando dói não é porque tem cárie? Mas como não sou dentista e ele estava doendo, resolvi que se ele estava doendo ele deveria saber o que estava fazendo então o melhor a fazer era procurar um dentista de verdade e fazer aquela pergunta, já que meu dente, mesmo se falasse, não acredito que ele me diria.

Cheguei na clinica e a primeira coisa que reparei foi na recepcionista toda sorridente e feliz me atendendo com toda simpatia que possa existir nessa terra, nesse dia eu tinha esquecido meu humor em casa, me fazendo todo tipo de pergunta e com aquele maldito sorriso no rosto:
- Você já é nosso cliente? ( sorriso)
- Na verdade não! Mas é que meu dente ta doendo...
- Como você ficou sabendo da nossa clinica? (sorriso)
- Lá fora ta escrito dentista...
- Você já veio aqui antes? ( sorriso)
- Sabe o que é...meu dente ta doendo e eu queria falar com um dentista...
- Sabe me dizer se você tem ficha aqui? ( sorriso)
- Meu dente ta...
- Você tem dois telefones que possa ir adiantando aqui na sua ficha? ( sorriso)
Consegui controlar a dor com o pensamento daquela recepcionista sendo estrangulada por mim enquanto eu perguntava se ela tinha ficha e dois telefones pra contato.

A dentista chegou bem rápido e foi logo me levando para a sala, e me colocando sentado naquela cadeira de tortura e perguntando qual era o problema, tudo muito rude do jeito que deve se aprender no curso de odontologia do terceiro reich, eu expliquei que meu dente estava doendo...e ela muito simpática já disse que era canal...

- Mas como é você sabe que é canal? Perguntei meio que sem acreditar, até mesmo porque um dentista que diz que é canal sem nem mesmo olhar seus dentes é o mesmo que um medico saber o sexo do bebê só por olhar a barriga da grávida...é de desconfiar
Ela fez uma cara, do tipo : cala a boca , ou mais um debilóide e abriu aquele sorriso que estranhamente era igual ao da recepcionista e me respondeu que quando um dente dói é porque já é canal. Achei aquela resposta simplista demais mas quando se está em uma cadeira sem poder fazer muita coisa e a outra pessoa esta segurando uma maquina que tem uma broca é melhor não discutir e ficar na sua.

Eu abri a boca ela fuxicou meu dente e fez um som do tipo: “Hum” nunca tive medo de dentistas mas aquele “hum” me deu medo...”hum” o que??? Eu pensei mas seguindo aquela mesma lógica dali de cima resolvi que ficar fazendo perguntas demais e principalmente sobre o tal ‘hum” não seria conveniente. Ela continuou olhando olhando e derrepente falou que eu tinha que radiografar...nesse momento tive coragem e perguntei se meu dente estava cariado...e perguntei se era possível um dente sem ter carie doer...

Ela respondeu:- é... seu dente não tem cárie....pois é....
Pensei: primeiro aquele “hum” agora esse “pois é” eu to começando a achar que é jogo ficar com essa dor.
Radiografei ela viu que se tratava de uma inflamação do nervo, e me mandou pra casa me encher de antibiótico e esperar a dor passar...eu sai de lá meio decepcionado e até triste parecia que meu dente tava doendo a toa, ainda fui obrigado a suportar o sorriso mecânico da recepcionista mais uma vez e voltei pra casa me sentindo um idiota... pelo menos não foi canal...ainda!

1 comentários:

Anônimo disse...

Anielle:

kkkkk!
rolei de ri da sua Historia!

mas..vc é bem insatisfeito ne? qdo a recepcionista te atende com um sorriso...vc acha ruim...e qdo a dentista é rude vc acha ruim?! Acho q eh preferível ser trado com educação mesmo q seja mecânico do q mal tratado como a dentista fez!

A proposito...sei não hein? Essa dentista fala q eh canal sem nem olhar pro dente...te da uma desculpa esfarrapada...ai resolve olhar o dente e dps muda de ideia...e já num eh mais canal?! confiaria em voltar lá mais não!

e nem todo dente q dói precisa de canal..ela eh doida...eu tomei um chá quente...e dps tomei sorvete (oh a ideia) ai meu dente doeu (óbvio), e fico sensível...toda vez q tomo algo gelado dói...será q vo precisar de canal tbm?...rs...